Entretenimento Social Clube, Engenharia de Produção e a Economia de Experiência

José Augusto Nogueira Kamel, Felipe Seixas Souza

Resumo


Este artigo mostra a economia da experiência, baseada na obra dos autores Pine e Gilmore, relacionando-a diretamente com a engenharia de produção e conceitos das atividades de entretenimento. Através das novas tecnologias digitais e virtuais os novos produtos e serviços de entretenimento estão agindo como atividades de experiência. As pessoas estão consumindo e buscando mais criatividade e fantasia nas atividades produtivas,  por  isso as empresas devem entrar nessa nova tendência. Através do artigo, a economia será separada em quatro aspectos: commodities, bens, serviços e o foco do artigo:a experiência, que iremos definir através de  algumas  características e princípios para gerir empresas obter eficácia e atingir as expectativas dos convidados nesse novo nível da economia.

Palavras-chave


Entertainment; Experience; Creativity; Products

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.7177/sg.2012.V7.N2.A11

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

 

ISSN: 1980-5160

Rua Passo da Pátria 156, bloco E, sala Sistemas & Gestão, Escola de Engenharia, São Domingos, Niterói, RJ, CEP: 24210-240

Tel.: (21) 2629-5616

Correspondência: Caixa Postal LATEC: 100175, CEP 24.020-971, Niterói, RJ