Ir para o menu de navegação principal Ir para o conteúdo principal Ir pro rodapé

Ecoeficiência e Meio Ambiente

v. 9 n. 2 (2014): Junho/2014

Aplicação do Processo de Osmose Inversa Associado à Complexação com EDTA na Remoção de Ni2+ e Cu2+ de Águas Residuárias

DOI
https://doi.org/10.7177/sg.2014.V9.N2.A2
Enviado
julho 6, 2014
Publicado
junho 29, 2014

Resumo

No presente trabalho avaliou-se o emprego do processo de osmose inversa na remoção de íons Ni2+ e Cu2+ de efluentes sintéticos que consistiram de soluções aquosas de sais destes íons. Diante da capacidade desses íons formarem complexos com EDTA, avaliou-se a eficiência de uma etapa prévia de complexação do íon metálico. O sistema experimental consistiu de um reator com membrana plana comercial de poliamida e fluxo transversal. Estudos empregando soluções com apenas um dos íons e também com mistura desses, em diferentes faixas de concentração, indicaram rejeições em torno de 99%. O emprego do agente complexante não afetou de forma significativa a remoção do íon metálico, mas contribuiu para a manutenção do fluxo permeado mediante a redução da formação de incrustações ao longo do tempo de operação. Estudos realizados sob diferentes pressões demonstraram que a elevação desta esta variável exerce um efeito sobre o aumento da rejeição e do fluxo permeado.

Downloads

Não há dados estatísticos.