Ir para o menu de navegação principal Ir para o conteúdo principal Ir pro rodapé

Artigos

v. 7 n. 3 (2012): Setembro/2012

Qualidade Informacional dos Relatórios de Sustentabilidade de Empresas Premiadas por suas Práticas de Responsabilidade Socioambiental: Uma Análise com Base nos Indicadores da ONU

DOI
https://doi.org/10.7177/sg.2012.V7.N3.A1
Enviado
novembro 8, 2011
Publicado
novembro 15, 2012

Resumo

Dada a importância do Relatório de Sustentabilidade como instrumento de gestão e de divulgação dos investimentos e das ações praticadas pelas empresas na área socioambiental, o presente estudo tem como objetivo analisar a qualidade informacional dos Relatórios de Sustentabilidade (RS) do período de 2007 a 2009, divulgados pelas empresas premiadas por suas práticas de responsabilidade socioambiental, com base nos indicadores de responsabilidade social corporativa da ONU. Trata-se de um estudo descritivo, de natureza quali-quantitativa, reunindo uma amostra de 25 empresas premiadas no Guia Exame de Sustentabilidade de 2009 ou vencedoras do Prêmio ECO da AMCHAM e do Valor Econômico, nos anos de 2007, 2008 e 2009. A qualidade informacional dos RS foi investigada por meio da técnica da Análise de conteúdo e mensurada a partir dos indicadores da ONU. Para a avaliação estatística foi utilizada a Análise de cluster. Os resultados demonstram que as categorias do Guia da ONU que apresentaram os maiores níveis de evidenciação no período analisado são Tecnologia e desenvolvimento de recursos humanos, Saúde e segurança e Contribuições ao governo e à sociedade, em detrimento das informações relativas à Corrupção, que apresentam a menor incidência de evidenciação, possivelmente por expressarem externalidades negativas das empresas. Na análise de clusters, constatou-se que a maioria das empresas classificou-se no cluster 2 (evidenciação moderada), representando 76% das empresas analisadas. Já cinco empresas, o equivalente a 20%, classificaram-se no cluster 1 (evidenciação baixa) e apenas uma no cluster 3 (evidenciação elevada), o que demonstra que mesmo empresas consideradas como benchmark por suas práticas de responsabilidade social ainda têm um longo caminho a trilhar no sentido da transparência e qualidade da divulgação de suas práticas socioambientais.

Downloads

Não há dados estatísticos.