Ir para o menu de navegação principal Ir para o conteúdo principal Ir pro rodapé

Edição Especial: Engenharia do Entretenimento, coordenada por José Augusto Kamel - PEP / UFRJ (COPPE)

v. 7 n. 2 (2012): Junho/2012

Jogos de Negócio e Educação Empreendedora

DOI
https://doi.org/10.7177/sg.2012.V7.N2.A5
Enviado
outubro 3, 2012

Resumo

Os jogos de negócio são, em essência, jogos educacionais com características de simuladores de situações empresariais simplificadas para promover a aprendizagem através da experiência. Este artigo discute os aspectos educacionais de dois “jogos de simulação de negócio” com os quais o autor trabalha à luz da literatura de jogos de negócio: o Desafio Sebrae e o BIZgame, jogo integrante do Campus do Empreendedor. Em ambos os jogos, os participantes simulam a gestão de uma empresa industrial, trabalhando competências relevantes para sua futura atuação empreendedora ou intraempreendedora. Contudo, enquanto o Desafio Sebrae é uma competição envolvendo milhares de alunos jogando ao mesmo tempo, o BIZgame é um jogo que pode ser configurado e aplicado por professores universitários em suas disciplinas. O artigo apresenta a evolução dos jogos de negócio e aponta potenciais convergências com as tecnologias e os modelos empregados nos jogos de entretenimento. Apresenta uma tipologia de jogos de negócio e um conjunto de critérios, descritos na literatura especializada, que são úteis para analisar os benefícios percebidos por professores e estudantes, respectivamente, na aplicação e na utilização de jogos de negócio no contexto educacional. Na última parte, tais critérios são usados para analisar as percepções relatadas por usuários do Desafio Sebrae e do BIZgame, vistos como ferramentas que visam agregar ao ensino universitário uma dimensão de educação empreendedora.

Downloads

Não há dados estatísticos.