Ir para o menu de navegação principal Ir para o conteúdo principal Ir pro rodapé

Artigos

v. 6 n. 3 (2011): Outubro/2011

Um Modelo de Engenharia do Conhecimento Baseado em Ontologia e Cálculo Probabilístico para Apoio ao Diagnóstico

DOI
https://doi.org/10.7177/sg.2011.V6.N3.A4
Enviado
novembro 4, 2011
Publicado
maio 30, 2012

Resumo

O diagnóstico, como tarefa intensiva em conhecimento, é um processo complexo uma vez que existe uma grande variedade de elementos e circunstâncias a serem considerados para uma tomada de decisão. Incertezas geradas pela subjetividade, imprecisão e/ou falta de informações atualizadas existem em quase todos os estágios e interferem quanto à segurança e eficácia no resultado. Os dados e informações úteis, quando coletados e tratados adequadamente, provenientes de diagnósticos realizados e que permanecem em estado latente (despercebidos / adormecidos), podem tornar-se uma valiosa fonte de conhecimento se associados à experiência e observação do profissional que os utiliza. Assim, o objetivo deste artigo é propor um modelo de Engenharia do Conhecimento que possibilita a geração de novos conhecimentos para apoiar o processo de diagnóstico. As metodologias, métodos e técnicas da Engenharia do Conhecimento, utilizados neste modelo para apoiar este processo, são: CommonKADS, Ontologia, Cálculo Probabilístico e Sistemas de Descoberta Baseados na Literatura. Através da integração entre esses elementos, o modelo proposto é aplicado em um exemplo didático, o qual possibilita que evidências sejam destacadas e analisadas através de pesquisa literária como possíveis novos conhecimentos. Após a confirmação de um novo conhecimento, o processo de inferência é atualizado. Conclui-se, portanto, que, através desta pesquisa, o modelo proposto atende os requisitos para a geração de novos conhecimentos e contribui para o aperfeiçoamento da tarefa de diagnóstico.

Downloads

Não há dados estatísticos.