Ir para o menu de navegação principal Ir para o conteúdo principal Ir pro rodapé

Artigos

v. 3 n. 3 (2008): Dezembro/2008

SIG e sensoriamento remoto para a determinação do potencial da aqüicultura no baixo São João - RJ

DOI
https://doi.org/10.7177/sg.2008.SGV3N3A3
Enviado
maio 28, 2009
Publicado
maio 29, 2009

Resumo

Este estudo foi realizado com o objetivo de identificar o potencial para o desenvolvimento da
aqüicultura ao longo do baixo curso do rio São João, RJ. Para tal, foi construído um Sistema
de Informação Geográfica a partir de várias imagens. Dois modelos foram desenvolvidos,
integrando critérios ambientais importantes para as espécies eurihalinas já estabelecidas e
cultivadas na área de estudo que incluem Litopenaeus vannamei (camarão branco),
Macrobrachium rosenbergii (pitu), e Oreochromis niloticus (tilápia). Para a escolha das áreas
aptas, utilizou-se processamento de diversas imagens integradas numa avaliação
multicritério (MCE). Áreas com restrições para o desenvolvimento foram identificadas e
excluídas. O Processo de Hierarquia Analítico (PHA) foi usado para estabelecer pesos do
MCE gerando áreas viáveis para cada espécie. A área total adequada encontrada foi de
55,79 km2. No total foram encontrados 667 ha para L. vannamei, 4.697 ha para M.
rosenbergii e 4.905 ha para O. niloticus. Estas informações poderão ser úteis ao processo
de planejamento regional e tomada de decisões de gestores e investidores. Os resultados
mostram o potencial de geração de novos empregos assim como o desenvolvimento da
aqüicultura regional.

Downloads

Não há dados estatísticos.