Ir para o menu de navegação principal Ir para o conteúdo principal Ir pro rodapé

Artigos

v. 1 n. 2 (2006): Agosto/2006

Percepção dos usuários quanto ao desempenho de Sistemas de Informação em Secretarias de Finanças de três grandes municípios do Rio Grande do Sul

DOI
https://doi.org/10.7177/sg.2006.SGV1N2A5
Enviado
maio 27, 2009
Publicado
maio 27, 2009

Resumo

A função do gestor público municipal passa por uma fase crítica de responsabilidades e cobranças por parte da sociedade. Neste sentido, cabe ao gestor definir metodologias e ferramentas de apoio a decisão, tais como indicadores contábeis, softwares de gestão integrada (ERP) e Sistemas de Informações Gerenciais ou Apoio a Decisão (SIG e SAD), buscando informações gerenciais de maior qualidade e abrangência para que haja um melhor planejamento e uma maior compreensão das atitudes gerenciais e políticas. Este estudo possui como objetivo principal verificar o grau de satisfação do usuário final dos Sistemas de Informação das secretarias de finanças de três grandes municípios do Rio Grande do Sul. A pesquisa demonstrou que, apesar de ser já uma prática constante, não é o simples uso de um sistema de informação que possibilita o funcionamento satisfatório de uma secretaria municipal de finanças. A informatização deve ser seguida de um bom treinamento dos usuários, independente do nível hierárquico, bem como de um eficiente suporte técnico que abasteça e sustente todo processo. Quanto mais ultrapassada a tecnologia utilizada, piores são os índices de satisfação entre os usuários. Os sistemas não-integrados possuem desvantagens consideráveis, principalmente em relação a apresentação e organização dos dados para o usuário final. A precisão e satisfação com os cálculos efetuados o índice de satisfação ainda fica aquém do esperado. Nota-se que, independente da plataforma tecnológica utilizada, existe muita dificuldade na adequação dos sistemas para as novas leis, como, por exemplo, a Lei de Responsabilidade Fiscal.

Downloads

Não há dados estatísticos.