Ir para o menu de navegação principal Ir para o conteúdo principal Ir pro rodapé

Artigos

v. 13 n. 1 (2018): MAR 2018

Análise da gestão dos tratamentos de efluentes líquidos gerados pelos pequenos abatedouros de suínos de Chapecó - SC

DOI
https://doi.org/10.20985/1980-5160.2018.v13n1.932
Enviado
fevereiro 24, 2015
Publicado
março 2, 2018

Resumo

Esta pesquisa procurou conhecer a realidade dos pequenos abatedouros de suínos, tendo como objetivo principal analisar os sistemas de tratamento de efluentes líquidos adotados pelos pequenos abatedouros de suínos localizados no município de Chapecó-SC. Foi necessário identificar os sistemas de tratamentos adotados, verificar possíveis impactos ocasionados por efluentes líquidos gerados no processo, especificar as ações efetivas para minimizar os impactos ambientais causados pela geração de efluentes e avaliar se a estrutura, métodos e procedimentos atuais atendam a legislação vigente. Esta pesquisa caracteriza-se como descritiva. A amostra utilizada compreende seis pequenos abatedouros, localizados na cidade de Chapecó-SC. Para a coleta de dados utilizou-se a entrevista semiestruturada, realizada pelos autores em visitas “in loco”. Para a análise dos dados utilizou-se a abordagem descritiva. Como principais resultados destacam-se o conhecimento sobre os sistemas adotados (físico e biológico), as estruturas dos sistemas, com tanques e caixas de areia e pedra, bem como lagoas de tratamento, riscos e impactos existentes, assim como ações que as empresas adotam para mitigá-los. Destaca-se, ainda, a relação da situação atual dos sistemas de tratamento adotados pelas empresas com a legislação pertinente.

Downloads

Não há dados estatísticos.