Ir para o menu de navegação principal Ir para o conteúdo principal Ir pro rodapé

Artigos

v. 11 n. 3 (2016): Setembro/2016

Inovação e melhoria contínua no laboratório de análises clínicas Búrigo

DOI
https://doi.org/10.20985/1980-5160.2016.v11n3.723
Enviado
abril 25, 2014
Publicado
novembro 3, 2016

Resumo

O artigo tem por objetivo analisar os impactos dos projetos Escalpe, SMS e Vacinas para pacientes, implantados pelos Grupos de Melhoria do Laboratório Búrigo nas dimensões de inovação (produtos, processos, marketing e organizacional), propostas pelo Manual de Oslo da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (ODCE). Os fundamentos teóricos envolvem os temas qualidade e inovação nas organizações. Os dados e as informações são oriundos de pesquisa bibliográfica, análise documental, entrevista e observação. Os resultados alcançados evidenciaram que os Grupos de Melhoria contribuem na inovação em produtos/serviços e nos processos do Laboratório Búrigo. Os achados também estão em sintonia com a classificação de Oslo e de que as inovações em serviços são muito mais incrementais do que radicais. Os Grupos de Melhoria representam uma estratégia da busca contínua da excelência em serviços e dos relacionamentos entre os stakeholders.

Downloads

Não há dados estatísticos.