Ir para o menu de navegação principal Ir para o conteúdo principal Ir pro rodapé

Artigos

v. 14 n. 4 (2019): DEZEMBRO 2019

Proposta de práticas para obtenção e manutenção de qualificação de empresas incubadas segundo o modelo CERNE

DOI
https://doi.org/10.20985/1980-5160.2019.v14n4.1563
Enviado
agosto 11, 2019
Publicado
janeiro 20, 2020

Resumo

O movimento de incubação de empresas tem apresentado grande desenvolvimento nas últimas décadas, tanto em nível nacional como internacional. Nesta direção, seu principal enfoque tem sido a promoção do empreendedorismo, especialmente quando em caráter tecnológico e inovador. Por outro lado, dadas as inúmeras opções de métodos de gestão e organização, as incubadoras de empresas tendem a apresentar resultados muito diversos, levando a questionamentos sobre seu valor para geração de novos negócios. Neste contexto, foi criado o modelo CERNE, apresentando um conjunto de princípios, processos e práticas para sistematizar a gestão das incubadoras. O objetivo desta pesquisa foi apresentar uma proposta com um conjunto de ações de qualificação para estas empresas, alinhadas ao modelo CERNE. A metodologia de pesquisa foi de caráter exploratório e descritivo, utilizando um estudo multicasos com as incubadoras de empresas do estado do Rio de Janeiro. Como resultado, observou-se uma grande preponderância de serviços personalizados, como forma de qualificação. Quanto às ações, houve um destaque para aquelas voltadas às incubadoras de terceira geração, como geração de netwoking e aceleração dos negócios. Por fim, quanto aos fatores críticos de sucesso (FCS), destacou-se o comprometimento dos empreendedores com as ações de qualificação e a prospecção pelas incubadoras de suas demandas.

Downloads

Não há dados estatísticos.