Ir para o menu de navegação principal Ir para o conteúdo principal Ir pro rodapé

Artigos

v. 13 n. 2 (2018): JUN 2018

Mapa de riscos em cooperativas de catadores de materiais recicláveis no Município de Campina Grande-PB

DOI
https://doi.org/10.20985/1980-5160.2018.v13n2.1385
Enviado
fevereiro 4, 2018
Publicado
junho 3, 2018

Resumo

O objetivo do presente artigo é avaliar os riscos físicos, biológicos, químicos, ergonômicos e de acidentes de trabalho em cooperativas de catadores de materiais recicláveis no Município de Campina Grande – PB, por meio da elaboração de um Mapa de Riscos. Quanto à metodologia, trata-se de um estudo de múltiplos casos, classificado como descritivo, qualitativo e de observação não participante. Para coleta de dados foi realizada pesquisa documental, visita in loco com check list dos possíveis riscos, registros fotográficos e entrevistas com os cooperados das cooperativas envolvidos com a catação, seleção e manuseio de materiais recicláveis, expostos a diversos riscos no ambiente de trabalho. O mapeamento dos riscos tomou como base o Mapa de Risco, considerando os riscos biológicos, químicos, ergonômicos, físicos e de acidente de trabalho, a partir do trabalho de Schneider et Gervanutti (2014). Os resultados evidenciam que a realização do armazenamento dos materiais recicláveis e as técnicas operacionais utilizadas para a compactação, seleção e estocagem geram situações de risco contínuo à ocorrência de acidentes, principalmente pela ausência de utilização de equipamentos de proteção específicos para cada operação. Além disso, a precariedade no ambiente de trabalho também potencializa os riscos operacionais inerentes ao processamento e estocagem desses materiais, aumentando as possibilidades de acidentes que podem comprometer a saúde e a produtividade dos trabalhadores nas cooperativas estudadas.

Downloads

Não há dados estatísticos.