Eficiência Operacional dos Portos Brasileiros: Fatores Relevantes

Carlos Francisco Simões Gomes, Julia Pereira Carneiro Dos Santos, Helder Gomes Costa

Resumo


O conhecimento dos fatores que influenciam a eficiência operacional portuária brasileira pode ser de grande valor para orientar planos de investimento no sistema de transporte aquaviário. Para identificar as variáveis mais relevantes desse sistema, é proposta a correlação simples de quatro fatores - frequência de navios, consignação média, prancha média e tempo médio de espera - com quantidades anuais movimentadas de insumos significativos à balança comercial e pauta de exportações do Brasil - minério de ferro, coque de petróleo, bauxita, farelo de soja e açúcar a granel. Os dados estatísticos utilizados para a confecção do presente trabalho foram reunidos pela Agência Nacional de Transportes Aquaviários (ANTAQ) durante os anos de 2008 e 2009. Conclui-se que cada produto apresentou uma matriz diferente de correlações e, o que é significativo, a análise apontou que apenas o fator tempo de espera não demonstrou correlação com nenhuma tonelagem movimentada em 2008 e 2009. Essa conclusão se mostra relevante porque mostra a necessidade de planos de investimentos customizados por insumo e informa que a variável tempo de espera poderia ser desprezada em tais planos sob condições
semelhantes às dos cenários expostos neste artigo.

Palavras-chave


Operational Efficiency; Brazilian Ports

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.7177/sg.2013.V8.N2.A2

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

 

ISSN: 1980-5160

Rua Passo da Pátria 156, bloco E, sala Sistemas & Gestão, Escola de Engenharia, São Domingos, Niterói, RJ, CEP: 24210-240

Tel.: (21) 2629-5616

Correspondência: Caixa Postal LATEC: 100175, CEP 24.020-971, Niterói, RJ