Bioindicadores Complementares à Colimetria na Análise da Qualidade da Água: O Potencial das Leveduras no Lago Juturnaíba/RJ

Marcos Tavares Carneiro, Dalton Marcondes Silva, Thiago Gomes Pavoni Chagas, Viviane Zahner, Marise Dutra Asensi, Allen Norton Hagler

Resumo


Os indicadores microbiológicos de qualidade da água, utilizados usualmente, não apresentam correlação com agentes patogênicos. Deste modo, novos indicadores, complementares, têm sido propostos. Este trabalho teve como objetivo avaliar as características das leveduras, como bioindicadores da qualidade da água: sua relação com os parâmetros físico-químicos e microbiológicos, as relações entre as espécies e os fatores ambientais que favorecem o seu crescimento. O lago de Juturnaíba foi escolhido, para avaliação da qualidade da água, devido a sua diversidade morfofisionômica e de qualidades de águas. Foram coletadas amostras entre agosto de 2009 e junho de 2010, de forma a acompanhar a variação sazonal. As leveduras cultivadas em BILgalci apresentaram boa correlação com a DBO5, correlação fraca com o pH, e suas variações quantitativas refletiram as mudanças sazonais no lago. As leveduras cultivadas em BILglici apresentaram boa correlação com a Escherichia coli e com os coliformes totais. Assim, as leveduras isoladas nos meios BIL apresentaram características adequadas a um bioindicador complementar de qualidade da água.


Palavras-chave


leveduras, bioindicadores, qualidade da água, Escherichia coli, lago Juturnaíba

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.7177/sg.2015.V10.N3.A15

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

 

ISSN: 1980-5160

Rua Passo da Pátria 156, bloco E, sala Sistemas & Gestão, Escola de Engenharia, São Domingos, Niterói, RJ, CEP: 24210-240

Tel.: (21) 2629-5616

Correspondência: Caixa Postal LATEC: 100175, CEP 24.020-971, Niterói, RJ