Gestão Urbana no Rio Grande do Sul: Perspectivas para a Sustentabilidade

Luciana Londero Brandli, Rosa Maria Locatelli Kalil, Vanessa Tibola Da Rocha, Cristiane Tiepo, Matheus Denardin

Resumo


Um dos grandes debates atuais é o desenvolvimento das cidades e a necessidade de se equacionar o uso eficiente de recursos, energia renováveis, consumo eficiente de água e energia, boas condições de mobilidade e transporte, acessibilidade as redes de infraestrutura e gerenciamento de resíduos. Aliado a isto tudo, a melhor qualidade de vida para a população e um menor impacto ambiental.  Este artigo tem como objetivo discutir o papel da gestão urbana para sustentabilidade nos municípios do Rio Grande do Sul. Para tal, é apresentado dados do estado em relação à indicadores relativos ao programa Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM), e é focado o desempenho da infraestrutura de agua, esgoto sanitário, moradia, resíduos sólidos e energia.  Finalmente, listam-se alguns aspectos contextuais que dificultam a gestão sustentável no RS, barreiras e diretrizes para aprimorar a gestão.  Os resultados sugerem que muito ainda deve ser feito em termos de gestão sustentável. A questão da sustentabilidade ainda não estão na base das práticas, projetos e iniciativas das gestões municipais.


Palavras-chave


Sustentabilidade; Gestão Urbana; Indicadores; Planejamento Urbano

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.7177/sg.2015.V10.N3.A14

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

 

ISSN: 1980-5160

Rua Passo da Pátria 156, bloco E, sala Sistemas & Gestão, Escola de Engenharia, São Domingos, Niterói, RJ, CEP: 24210-240

Tel.: (21) 2629-5616

Correspondência: Caixa Postal LATEC: 100175, CEP 24.020-971, Niterói, RJ