Análise de produtos verdes à luz das estratégias de ecodesign e da rotulagem ambiental: o caso Greenvana

Thaise Graças Cruz do Bu, Lucia Santana Freitas

Resumo


O presente trabalho teve como objetivo avaliar os aspectos ambientais de produtos verdes a partir da teia de estratégias de Ecodesign, proposta por Brezet et Hemel (1997) e da Rotulagem Ambiental regulamentada pela norma ISO 14020. A pesquisa é de natureza exploratória e descritiva, do tipo estudo de caso. O caso escolhido foi a Empresa Greenvana, especializada no varejo virtual de produtos verdes. Dos 715 produtos analisados, o tipo de rotulagem mais utilizado foi a autodeclaração, sendo as mais utilizadas: degradável (53%), reciclável (40%) e vida útil do produto alongada (28%). O uso de selos verdes se deu em apenas 20% dos produtos, sendo os mais utilizados o FSC e o IBD. Quanto às estratégias de ecodesign, a mais utilizada foi a seleção de materiais de baixo impacto, especificamente, seleção de materiais não agressivos e materiais recicláveis.


Palavras-chave


Ecodesign; Rotulagem Ambiental; Produto Verde; Sustentabilidade



DOI: https://doi.org/10.20985/1980-5160.2017.v12n2.716

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

 

ISSN: 1980-5160

Rua Passo da Pátria 156, bloco E, sala Sistemas & Gestão, Escola de Engenharia, São Domingos, Niterói, RJ, CEP: 24210-240

Tel.: (21) 2629-5616

Correspondência: Caixa Postal LATEC: 100175, CEP 24.020-971, Niterói, RJ