Reposicionando os holofotes do comportamento proativo: de um foco ambiental para as práticas sustentáveis

Ana Paula Ferreira Alves, Minelle Enéas da Silva

Resumo


Em meio às influências de pressões identificadas na atual dinâmica de mercado, as organizações necessitam se posicionar, respondendo ao que lhe vem sendo imposto ou assumindo um comportamento proativo. No contexto da sustentabilidade, este tipo de comportamento tem sido relacionado à dimensão ambiental, com o conceito de proatividade ambiental. Entretanto, não há uma abordagem clara para a dimensão social, verificando-se, assim, uma lacuna de pesquisa, envolvendo explicitamente aspectos ambientais e sociais nas ações adotadas por empresas, denominada proatividade de práticas sustentáveis. Ademais, a ideia de comportamento proativo pode ser considerada uma estratégia favorável à introdução da sustentabilidade em cadeias de suprimento. Nesse sentido, este estudo tem por objetivo propor um conjunto de indicadores de proatividade de práticas sustentáveis, que não considere apenas a dimensão ambiental, mas que agregue aspectos vinculados à dimensão social. Para tanto, o estudo caracteriza-se como estudo teórico. Assim, entende-se que sair de uma perspectiva “limitada” ao campo da dimensão ambiental e direcionar o holofote da proatividade para maior alinhamento com a sustentabilidade (ao focar também em aspectos sociais), demonstra que, através de práticas e mudanças em comportamentos, as empresas podem contribuir para um desenvolvimento mais sustentável.


Palavras-chave


Proatividade; Práticas Sustentáveis; Indicadores



DOI: https://doi.org/10.20985/1980-5160.2017.v12n2.624

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

 

ISSN: 1980-5160

Rua Passo da Pátria 156, bloco E, sala Sistemas & Gestão, Escola de Engenharia, São Domingos, Niterói, RJ, CEP: 24210-240

Tel.: (21) 2629-5616

Correspondência: Caixa Postal LATEC: 100175, CEP 24.020-971, Niterói, RJ