Proposta de sistemática para análise da qualidade do transporte coletivo no trajeto “casa–faculdade”: a perspectiva de universitários

Julio Cesar Silva Macedo, Jéssica Helena Xavier Silva, Jorge de Paula Costa Ávila

Resumo


Destaques: este artigo tem como objetivo propor uma sistemática para análise da qualidade do transporte coletivo sob a perspectiva dos alunos do Centro de Ciências Jurídicas e Políticas (CCJP) da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro, que é composto pelos cursos de Administração Pública, Ciência Política e Direito.

Objetivo: a pesquisa tem como objetivo mensurar o grau de satisfação dos alunos do campus CCJP em relação aos transportes coletivos utilizados no trajeto casa-faculdade.

Metodologia: pesquisa exploratória qualitativa, do tipo estudo de caso, com 84 discentes do CCJP.

Resultados: tendo como base os fatores de qualidade para transporte público, descritos por Ferraz et Torres (2004), a pesquisa concluiu que, para a amostra pesquisada de discentes, o grau de satisfação em relação ao transporte público no trajeto “casa-faculdade” é, de maneira geral, regular, mas aceitável. Destaca-se que o tempo gasto no transporte é visto pela maioria como um fator que influencia negativamente o desempenho acadêmico.

Limitações da investigação: a análise qualitativa limita-se aos respondentes da pesquisa que é composta por alunos do campus CCJP que utilizam o transporte público coletivo no percurso até a faculdade. Embora alguns dos alunos utilizem mais de um modal na realização do trajeto, esclarece-se que a avaliação da satisfação não se deu individualmente sobre cada modal, mas sim sobre a experiência vivenciada no trajeto “casa–faculdade” como um todo.

Implicações práticas: o problema da mobilidade urbana extrapola as questões de planejamento público das cidades, resultando em impactos negativos tanto para a qualidade de vida de seus usuários, quanto os para níveis de produtividade das empresas.

Originalidade/Valor: por meio de uma investigação documental e estudo de caso, o artigo aponta que existe uma lacuna quanto a pesquisas que avaliem o impacto da mobilidade urbana sobre o desempenho acadêmico dos discentes de graduação.

 


Palavras-chave


Transporte Público; Gestão da Qualidade; Qualidade em Serviços



DOI: https://doi.org/10.20985/1980-5160.2019.v14n1.1497

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

 

ISSN: 1980-5160

Rua Passo da Pátria 156, bloco E, sala Sistemas & Gestão, Escola de Engenharia, São Domingos, Niterói, RJ, CEP: 24210-240

Tel.: (21) 2629-5616

Correspondência: Caixa Postal LATEC: 100175, CEP 24.020-971, Niterói, RJ