A qualidade de vida no trabalho como estratégia de gestão de pessoas: o caso de uma indústria gráfica de Santa Catarina

Paulo Roberto Silveira Machado, Bárbara Zandomenico Perito, Igor Ceratti Treptow, Henrique Faverzani Drago

Resumo


A análise do nível da Qualidade de Vida no Trabalho (QVT) aliada à identificação dos principais fatores que a influenciam é uma das estratégias de gestão de pessoas nas indústrias. O presente estudo mediu a QVT dos colaboradores em uma indústria gráfica localizada no estado de Santa Catarina, Brasil. Para a coleta de dados, fez-se uso do questionário QWLQ-bref que alcançou 95% do total de colaboradores. Todos os questionários respondidos foram considerados válidos e utilizados na avaliação do resultado. A organização encontra-se entre os níveis médio e bom de QVT segundo a escala utilizada, visto que avaliação apresentou média global de 3,562 (71,24%). O domínio Físico/Saúde teve média de 3,601 (72,02%), o Psicológico de 3,465 (69,3%), o Pessoal de 3,724 (74,48%) e, por fim, o domínio Profissional de 3,459 (69,18%). O estudo mostrou que todos os domínios da QVT foram considerados satisfatórios pelos funcionários da empresa. O fator pessoal foi considerado como o fator de maior contentamento, enquanto o profissional o de maior descontentamento. A falta de investimento em qualificação foi apontada como o principal ponto de insatisfação. Por isso, sugere-se que os gestores da organização criem um plano de treinamento a fim de melhorar a satisfação dos seus colaboradores.


Palavras-chave


Qualidade de Vida no Trabalho; Gestão Estratégica de Pessoas; Indústria Gráfica



DOI: https://doi.org/10.20985/1980-5160.2018.v13n4.1451

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

 

ISSN: 1980-5160

Rua Passo da Pátria 156, bloco E, sala Sistemas & Gestão, Escola de Engenharia, São Domingos, Niterói, RJ, CEP: 24210-240

Tel.: (21) 2629-5616

Correspondência: Caixa Postal LATEC: 100175, CEP 24.020-971, Niterói, RJ