Inventário de gases de efeito estufa para fundições de aço

Rafael Correa Castro, Fabio Vinicius do Pinho e Pereira, Nobel Penteado de Freitas

Resumo


A preocupação com os gases de efeito estufa tem sido uma temática bastante difundida entre as comunidades científicas em relação aos impactos causados ao meio ambiente ao longo dos anos. As políticas públicas, cada vez mais, estreitam suas ações para mitigação dos danos que o homem provoca ao planeta, desenvolvendo mecanismos de controle e monitoramento. As empresas, por sua vez, começam a desenvolver um olhar para a questão, não só para a melhoria de qualidade de vida e sustentação das estruturas biológicas, mas também como forma de garantir seus negócios de forma estratégica. A partir do estudo realizado em uma fundição de aço na cidade de Sorocaba, foram mapeadas as fontes de emissões, cujos dados relacionados foram analisados de acordo com os parâmetros estabelecidos pelo Greenhouse Gases Protocol. Foram observadas as emissões dos anos de 2013 e 2014, estabelecendo uma análise comparativa e pontuando as principais ações de maior relevância no processo de redução destas fontes.


Palavras-chave


Fundição de aço; Gases de Efeito Estufa; Inventário



DOI: https://doi.org/10.20985/1980-5160.2018.v13n1.1180

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

 

ISSN: 1980-5160

Rua Passo da Pátria 156, bloco E, sala Sistemas & Gestão, Escola de Engenharia, São Domingos, Niterói, RJ, CEP: 24210-240

Tel.: (21) 2629-5616

Correspondência: Caixa Postal LATEC: 100175, CEP 24.020-971, Niterói, RJ